1001
O mundo compete num paraíso chamado Toscânia
1 June, 2017
Kilian-Jornet-Ultra-Pirineu-Oriol-Batista(3)
KILIAN JORNET: “Não gosto de viver no passado. O melhor momento é sempre amanhã”
1 June, 2017
Kalenji_Kiprun_XT6
Kalenji Kiprun XT6

  • Aderência, conforto e amortecimento são os principais trunfos dos novos modelos de trail da Kalenji, uma marca que, cada vez mais, vai ganhando um lugar de referência nesta modalidade. A equipa de testers da RUNning foi tirar a prova e a opinião é unânime: estão perto da perfeição! PVP: 69,99€
MIGUEL JUDAS
43 anos / Jornalista / Corre desde 2000 / Treina quatro vezes por semana
MÁRIO LEAL
41 anos / Inspector do ambiente e director das provas do Azores Trail Run / Corre desde 1990 / Treina quatro vezes por semana
JOÃO PRISAL
43 anos / Maquinista da CP / Corre desde 2011 / Treina cinco a seis vezes por semana
LUCIANO REIS
28 anos / Fotógrafo / Corre desde 2014 / Treina duas a três vezes por semana
SARA SEZIFREDO
36 anos / Copywriter / Corre desde 2003 / Treina três vezes por semana
VANESSA PAIS
30 anos / Directora da RUNning / Corre desde 2014 / Treina quatro vezes por semana
NINO RALEIRAS
44 anos / Oficial de Justiça / Corre desde 2010 / Treina duas a três vezes por semana

JOÃO PRISAL | Nota: 4/5

A minha experiência com os Kiprun XT6 foi muito positiva. E se comparar com outros modelos de outras marcas conceituadas, a sua relação qualidade/preço é muito boa. Experimentei-os em prova no Cascais Trail Experience, do Circuito BUFF, na Serra de Sintra. O percurso apresentou vários tipos de piso e a aderência a todos eles foi boa. Apenas senti instabilidade no início da prova ao passar por uma calçada que estava escorregadia, uma vez que tinha acabado de chover, mas no restante percurso – com muitas pedras, terra batida, trilhos técnicos, com raízes, descidas acentuadas e perigosas, senti segurança e estabilidade.

Gostei da protecção à frente, eficaz contra as pedras e os pequenos troncos nos quais se bate sem querer. Gostei muito também do facto de terem uma bolsa para colocar os atacadores, pois evita que se desatem no contacto com a vegetação, o que não acontece com outros modelos de ténis de trail que já usei e que fazem perder algum tempo pela necessidade de parar para atar os atacadores, além do risco de queda. O amortecimento sentiu-se, em especial no terreno com muitas pedras. De destacar ainda o conforto e o ajuste ao pé. Em relação ao modelo que usei, agradou-me muito a cor, um azul-claro, conjugado com o preto e o cor-de-laranja.

 

MIGUEL JUDAS | Nota: 4/5

O preço é sempre um factor a ter em conta na hora de escolher o calçado para a prática de trail. No entanto, se numa primeira fase associávamos a Kalenji a uma marca low-cost para iniciantes, actualmente essa ideia já não faz sentido. O preço continua a ser um atractivo, é verdade, mas hoje com a certeza de que vamos encontrar qualidade, como se comprova nos novos Kiprun XT6. Em solos de terra e pedra solta, como aqueles em que foram testados, passaram o teste com nota alta, sentindo-se a aderência, o conforto e o amortecimento apregoados pela marca como os maiores trunfos deste modelo. Para a opinião ser definitiva, resta saber como se comportarão em terrenos mais pesados e molhados, mas, tendo em conta esta primeira impressão, decerto não faltarão oportunidades.

 

NINO RALEIRAS | Nota: 4/5

Há muito que queria testar os Kalenji Kiprun XT6 e, surgida a oportunidade, fui de imediato conquistado pela tracção proporcionada pelo grip da sola que me permitiu vencer descidas cheias de pedras soltas e íngremes subidas, com menor esforço do que o esperado. Conforto, estabilidade e amortecimento são os outros elementos a destacar pela positiva, tendo somente ficado menos convencido com a aderência nas pedras molhadas.

 

SARA SEZIFREDO | Nota: 5/5

O apoio e a estabilidade na passada são, para mim, os traços mais fortes da personalidade destes Kiprun XT6. Os caminhos de terra íngremes e irregulares nos quais os testei permitiram comprovar que, além das prometidas boa neutralização do impacto e aderência, mesmo na transição para pisos de pedra, alcatrão ou gravilha, estes ténis mostram-se bastante eficazes no suporte de um pé que, apesar de lesionado, não se ressentiu com a irregularidade e a exigência do trilho.
O compromisso entre os suportes lateral e traseiro e a liberdade de movimentos no interior (principalmente na parte frontal, nos dedos) são pouco comuns neste tipo de equipamento. Este é, por isso, mais um ponto a favor que, aliado ao preço, me convenceu a dar nota a nota máxima aos Kiprun XT6. Vão comigo para a próxima prova!

 

Os Kiprun XT6 à lupa

  • Concebidos para a prática de trail e ultra trail, os novos Kalenji Kiprun XT6 são, segundo a marca, um modelo polivalente, indicado para todos os tipos de corredores (neutro, pronador ou supinador) e distâncias – mesmo as mais longas;
  • Os entalhes espaçados de 5 mm, na sola, favorecem a aderência e a expulsão da lama, enquanto o amortecimento é garantido pela tecnologia “k-ring” no calcanhar e “In’Up” na parte da frente do pé;
  • Aplicações no peito do pé e reforços no calcanhar e na biqueira, bem como o conceito Arkstab, para maior estabilidade na corrida. Estas características garantem um conforto pouco habitual na corrida em trilhos;
  • O drop (diferença de altura da sola entre a frente e a parte de trás) é de 10 mm;