Inês Henriques no tribunal pela inclusão dos 50 km marcha no Europeu de 2018

23722291_1430812237044956_6662620074619491626_n
Inês Marques é campeã nacional de Ultra Trail
20 November, 2017
ddww
Mundiais tristes pela retirada de Bolt, radiosos por Inês Henriques
22 November, 2017
1024

Foto: DR

 

A Federação Portuguesa de Atletismo (FPA) aprovou por unanimidade votos de louvor a Inês Henriques e Nelson Évora, pelos resultados alcançados no Campeonato do Mundo de Atletismo, em Londres, no qual a atleta juntou a medalha de ouro nos 50 km marcha ao recorde do mundo da distância e o triplista conquistou a medalha de bronze no triplo salto.

Este reconhecimento da FPA surge numa altura em que Inês Henriques entrou com um processo no tribunal da Associação Europeia de Atletismo (AEA), pela inclusão dos 50 km marcha no Europeu de 2018, em Berlim.

A atleta conta que no passado mês de Outubro recebeu a informação do próprio presidente da Associação Europeia de Atletismo, Svein Arne Hansen, de que nos próximos Campeonatos da Europa de Atletismo, ainda não seriam introduzidos os 50 km marcha femininos. “Como podem imaginar não gostei da notícia. Após a grande luta que travámos para a introdução dos 50 km de marcha no Campeonato do Mundo, e o sucesso que alcançámos, não estava à espera de um retrocesso”, lamenta Inês Henriques na sua página do Facebook.

A portuguesa não está sozinha nesta “luta” pela igualdade entre homens e mulheres. A atleta espanhola Maria Dolores Marcos Valero também está envolvida no processo entregue no tribunal.

 

21.11.17