Kilian Jornet está de volta ao UTMB

cartaz 3º grande premio de atletismo 2017 CPPEA
Vem aí o 3.º GP Clube Pedro Pessoa Escola de Atletismo
21 March, 2017
trail-bem-viver
Trail Bem Viver: nas margens do Rio Douro
23 March, 2017
Kilian-Jornet-Temporada 2017

 A estrela internacional do trail – Kilian Jornet – volta a alinhar na partida do Ultra Trail do Mont-Blanc, seis anos após a sua última vitória na competição, que este ano conta com uma elite de luxo, com nomes como Jim Walmsley ou Luis Alberto Hernando. Jornet apresentou hoje o seu calendário competitivo e promete dar que falar.

 

Kilian Jornet tem prevista muita actividade para esta temporada. Longe de acalmar, o atleta catalão enfrentará uma época onde a polivalência e a mudança de ambiente prevalecem. No menú haverá de tudo, desde expedições aos Himalaias a corridas de trail nos Pirinéus. O grande objectivo deste ano será, tal como em 2016, a subida ao Everest, que encerra o projecto Summits of My Life. No ano passado o clima impediu Kilian e a sua equipa de tentar a subida no final do Verão, pelo Quando voltar do Everest Jornet enfrentará i, verão de corridas de trail, tal como explicava “nunca perdi a motivação para competir, mas é certo que nos últimos anos os outros projectos deixaram-me pouco tempo. As corridas servem de motivação para treinar e dar o melhor de nós e, por isso, tenho previsto participar nalgumas durante este Verão”.

O seu primeiro objectivo é a Marathon du Mont Blanc em Chamonix que segundo Kilian é uma corrida que ainda não sabe se poderá ir porque depende de como voltará do Everest. Depois de marcar presença nos Alpes, Jornet não quer perder a corrida que o coroou nas três edições anteriores, a Hardrock 100. Em Agosto regressa também à Tromsö Skyrace, não para correr mas para assumir o papel de co-organizador.

No final do Verão chegam os pratos fortes da temporada como o Ultra Trail du Mont Blanc (UTMB), onde Kilian terá que enfrentar grandes nomes mundiais como Jim Walmsley que o destronou no ranking da ITRA, ou o seu conterrâneo Luis Alberto Hernando, Sage Canaday, entre outros. “Faz muitos anos que não corro o UTMB [Kilian foi o vencedor das edições de 2008, 2009 e 2011] e este ano tenho muita vontade de voltar porque haverá muito nível. Poucas vezes se encontra uma corrida com tal densidade de corredores de elite, pelo que pode ser um espectáculo bonito”.

Depois do UTMB Kilian viajará para a Escócia para fazer a Glen Coe, por recomendação da sua companheira Emelie Frosberg, que já a correu e o aconselhou a ir pela parte selvagem e técnica. Depois da Escócia, Kilian encerra a temporada de trail running em casa, na Salomon Ultra Pirineu, a prova onde começou a correr e onde se emociona sempre que volta.

Quanto a outros projectos pessoais e saindo da montanha, Kilian gostaria de fazer parte do Bob Graham Round Club, um clube onde não é fácil entrar já que é preciso completar uma volta através das 42 colinas da região de Lake District, no Reino Unido, percorrendo um total de 119 km e 8700 metros de desnível positivo. O detentor do recorde é Billy Bland com um tempo de 13h53m.