Médicos de família vão passar a “prescrever” exercício físico

IMG_20170413_130454 (1)
Peneda-Gerês Trail Adventure 2018: Restam apenas 30% das inscrições
8 September, 2017
987410
Corrida Fernanda Ribeiro, uma verdadeira festa dos amantes do desporto
14 September, 2017
transferir

Os médicos de família vão passar a ter um papel mais determinante na “prescrição” de exercício físico. Está em marcha um programa, integrado nos sistemas informáticos das unidades de saúde, composto por três perguntas para colocar aos utentes, de forma a saber se estes são, ou não, fisicamente activos.

A avaliação, feita no âmbito do Programa Nacional para a Promoção da Actividade Física, é voluntária para o médico e decorrerá na altura em que, na consulta, é realizada a medição da tensão arterial ou feita a pesagem do paciente.

Após o inquérito, o profissional de saúde deve “discutir com o utente qual a actividade física mais apropriada, realizando depois um aconselhamento à prática com base num protocolo pré-definido, que demora entre 1 a 5 minutos”.

Para este efeito, estão a ser produzidos pelos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) e pela Direcção-Geral da Saúde (DGS) ferramentas informáticas que darão suporte a este aconselhamento e permitirão também, no futuro, monitorizar a actividade física dos utentes que usem a aplicação MySNS.

Recorde-se que Lisboa acolhe, nos próximos dias 15 e 16, o Simpósio Internacional “Exercice is Medicine”, organizado pela Faculdade de Motricidade Humana e pela DGS, onde especialistas nacionais e estrangeiros vão debater a forma como o sistema de saúde português se vai adaptar nos próximos anos de modo a ser mais eficaz a ajudar os cidadãos a serem fisicamente activos.

Até lá, também as farmácias estão a preparar um novo serviço com fisiologistas do exercício para fazerem prescrição de exercício físico de forma individualizada.

A ideia é a de possibilitar um acompanhamento individualizado, nomeadamente para utentes com diabetes, problemas cardíacos ou a recuperar de um cancro e que “precisam de um profissional diferenciado, que saiba adequar o exercício à sua condição”.

O Programa Nacional para a Promoção da Actividade Física está disponível para consulta em https://www.dgs.pt/pns-e-programas/programas-de-saude-prioritarios/atividade-fisica.aspx.