Portugueses classificam-se em 4.º lugar no Campeonato do Mundo de Skyrunning

João-Mota-Running-Mag
Azores Trail Run – Triangle Adventure – Entrevista a João Mota, ultra-runner e coach de trail running
23 July, 2016
vladmi-cego-ultramaratonista (2)
Atletas-guia precisam-se!
29 July, 2016
Luis-Fernandes-8.º ultra-campeonato-do-mundo-skyrunning

Foto: Ultra Skymarathon Madeira

O campeonato do Mundo de Skyrunning teve lugar este fim-de-semana no terreno da Buff EpicTrail nos pirinéus espanhóis. Ester Alves (Salomon Suunto Portugal), Luís Fernandes (Ludens Clube Machico) e Nuno Silva (Berg) foram os representantes portugueses na ultra de 115 km com 8000 metros de desnível positivo. Miguel Reis e Silva (Salomon Suunto Portugal), Leonardo Diogo (Ludens Clube Machico/Madeira Ultra Runners), Ricardo Gouveia (Clube Aventura da Madeira) e Lúcia Franco (A.D.Galomar), representaram Portugal na Skymaraton (42 km com 3200 metros de desnível). Cristina Nascimento foi a única portuguesa em prova no km vertical, (2,8 km com 1 km de elevação).

A Buff Epic Trail subia o pano na Sexta-feira com o Km Vertical, no qual a única representante portuguessa, Cristina Nascimento conseguiu um 23.º lugar, concluindo a prova em 52m13s. No Sábado às 6h da manhã arrancava a ultra, da qual Ester Alves, única portuguesa em prova, cortou a meta em 13.º da geral feminina, após 19h29m. A vencedora foi a francesa Caroline Chavrot com um tempo de 14h41m . Na geral masculina, Luis Fernandes foi o 8.º melhor do mundo após fazer os 105 km em 14h26m. Já Nuno Silva não conseguiu atingir o seu objectivo de ficar no top 15, acabando por fazer a prova em 19h20m e terminando em 51.º. O vencedor foi o espanhol Luis Alberto Hernando que volta a sagrar-se campeão do mundo de Ultrasky. Na maratona, Miguel Reis e Silva foi o primeiro português a chegar, alcançando o 27.º lugar, após 4h53m de prova, que o atleta classificou como “o percurso de maratona mais duro que fez até hoje”. Leonardo Diogo chegou em 35.º lugar, Ricardo Gouveia em 42.º e Lúcia Franco em 27.º da geral feminina. O norueguês Stian Angermund  que já tinha vencido o Km vertical, foi também o vencedor da maratona sagrando-se campeão nas duas modalidades.

A prestação portuguesa conquistou o 4º lugar no Campeonato do Mundo de Skyrunning atrás de Espanha, República Checa e Japão.

A maratona teve ainda a participação dos portugueses André Rodrigues (30.º), Nelson Graça (44.º), Bruno Figueiredo (80.º) e Nuno Pimpão (300.º).