IMG_1206
O que é que eu e o Usain Bolt temos em comum?
19 October, 2016
O-Gajo-Vai
O gajo vai ao campeonato do mundo (se sobreviver aos treinos)
21 October, 2016
LR8_8454
SKECHERS GOTRAIL ULTRA 3

  • Nova geração de tecnologia de amortecimento com o material 5GEN da entresola numa só peça e o Resagrip na sola. Sistema de drenagem total para evitar a acumulação de líquidos no interior. Drop mais natural de 4 mm. Peso: 312 g para um 42 de homem e 261 g para um 37 de mulher. Disponíveis em quatro cores: azul, cinzento, castanho e vermelho. PVP: 124,95 €
MIGUEL JUDAS
43 anos / Jornalista / Corre desde 2000 / Treina quatro vezes por semana
MÁRIO LEAL
41 anos / Inspector do ambiente e director das provas do Azores Trail Run / Corre desde 1990 / Treina quatro vezes por semana
JOÃO PRISAL
43 anos / Maquinista da CP / Corre desde 2011 / Treina cinco a seis vezes por semana
LUCIANO REIS
28 anos / Fotógrafo / Corre desde 2014 / Treina duas a três vezes por semana
SARA SEZIFREDO
36 anos / Copywriter / Corre desde 2003 / Treina três vezes por semana
VANESSA PAIS
30 anos / Directora da RUNning / Corre desde 2014 / Treina quatro vezes por semana

MIGUEL JUDAS | Nota: 4

Desde que pela primeira vez pratiquei trail, já lá vão quatro anos, mantive-me fiel a uma única marca e, durante um algum tempo, a um modelo. Serve esta pequena declaração de interesses para justificar a estranheza inicial sentida ao correr pela primeira vez com os Gotrail Ultra 3, apresentados pela Skechers como “pensados para corrida em diferentes tipos de piso”. O primeiro teste teve lugar pelos trilhos da Serra da Lousã e a primeira impressão, além do óptimo amortecimento e da aderência perfeita (não escorreguei uma única vez, nem mesmo ao atravessar o leito pedregoso e húmido das ribeiras), foi uma sensação de franca protecção do pé, que várias vezes parecia dançar dentro do sapato, talvez devido à “maior flexibilidade e liberdade de movimentos” anunciada. O teste seguinte foi nas serranias do barrocal algarvio e pelas encostas da Costa Vicentina e, aí, os Gotrail Ultra 3 revelaram-se bastante mais interessantes, talvez devido ao terreno mais macio. Em suma, é o calçado perfeito para quem se está a iniciar nos trilhos, mas também para quem prefere um sapato mais confortável (leia-se com maior amortecimento) em detrimento de um “chassis” mais forte. 

 

MÁRIO LEAL | Nota: 4

Durante os mais de 20 anos que tenho de corrida testei todo o tipo de calçado, tendo como máxima “variar o mais possível”, para deixar a musculatura e os tendões bem desenvolvidos e sem hábitos, o que acaba por ser um treino proprioceptivo. No momento da escolha, dou, em primeiro lugar, importância ao amortecimento e à protecção do pé. Os novos Gotrail Ultra 3 cumprem eficazmente estas duas premissas. Tive oportunidade de os testar na ilha do Faial, nos trilhos onde se realiza o Azores Trail Run. Fiz cerca de 40 km em pisos muito variados (single track, estradão, relva, pedra escorregadia e lama) e os Gotrail Ultra 3 fizeram muito boa figura, principalmente nos campos da aderência, amortecimento e conforto. Também testados em meio urbano – asfalto, paralelo e calçada portuguesa – observei um comportamento excelente, não deixando a sensação de peso e falta de amortecimento que, muitas vezes, o calçado específico para trail transmite quando utilizado em estrada. 

 

JOÃO PRISAL | Nota: 4

A minha experiência no trail não é muita, mas tenho utilizado várias marcas, sendo o principal motivo de abandono de algumas a falta de aderência. No caso dos GoTrail Ultra 3, a experiência foi muito positiva. De destacar o formato oval e arredondado da sola, que é benéfico para a postura. No Trail Noturno da Lagoa de Óbidos senti uma boa aderência, num piso seco, em que praticamente não houve água, o que me permitiu fazer as descidas acentuadas com mais confiança. No IV Trail do Sor, no qual o piso estava seco, com excepção da travessia de rios, e um dia de muito calor (cerca de 40 °C), a aderência também foi muito boa, mesmo na areia, e sempre que foram molhados a água saiu rapidamente. Os pés aquecem um pouco, pelo que deviam ser mais arejados. Aconselho este calçado a quem queira mais conforto, amortecimento e chegar ao fim de 30 km sem dores.

 

LUCIANO REIS | Nota: 4,5

Se tivesse de escolher apenas uma palavra para definir os Skechers GoTrail Ultra 3 seria “híbridos”. O primeiro teste que fiz foi no monte da Senhora do Castelo, em Mangualde, e fiquei surpreendido com a forma como se ajustaram aos pés. Ao longo do percurso, ia esquecendo a agressividade e a instabilidade do piso. As famosas “escadinhas” íngremes e bastante acidentadas que nos levam da cidade até ao topo do monte também não foram problema, graças ao “máximo” amortecimento do material 5GEN. Se há outro ponto a destacar, é mesmo o do conforto que a sola oferece. Os testes aos GoTrail Ultra 3 num percurso de trail citadino confirmaram o excelente amortecimento na mudança entre paralelos, alcatrão e terra.