Estrada
Andualem Shiferaw bateu recorde da Maratona de Lisboa
20 outubro 2019
2 min
O etíope Andualem Shiferaw venceu a maratona de Lisboa e, além de bater o seu recorde pessoal, conseguiu também superar o recorde da prova lisboeta.

Andualem Shiferaw ganhou a EDP Maratona de Lisboa em 2h06m00s, batendo o recorde conseguido em 2014, de 2h08m21s, pelo queniano Samuel Wanjiku, hoje segundo classificado, mas também a cortar a meta abaixo do anterior recorde, com o tempo de 2h06m01s. O queniano Stephen Chemlany juntou-se ao pódio, em terceiro lugar, igualmente abaixo do melhor tempo anterior do percurso, com a marcada de 2h06m22s.

Na prova feminina a vitória sorriu à também etíope Sechadale Dalasa, com o tempo de 2h29m51s, que sucedeu à compatriota Kuftu Dadiso, vencedora no ano passado. Em segundo lugar terminou a queniana Helen Jepkurgat, com a marca de 2h29m57s e a etíope Gedo Sule Utura, classificou-se em terceiro terceiro lugar, com o tempo de 2h32m16s.

O melhor português em prova foi o atleta do Sporting Clube de Portugal, Rui Teixeira, que cortou a meta com o tempo de 2h25m16s, classificando-se no 11.º lugar.

Já no escalão feminino, as portuguesas com melhor qualificação foram, Jéssica Pontes, do SC Braga, que conquistou o 8.° lugar da geral feminina, com o tempo de 2h51m41s, e Rosa Madureira conseguiu o 9.° lugar, concluindo a prova em 2h52m00s.

Luso Meia Maratona também foi marcada por recordes

A Meia Maratona arrancou às 10h30 e 1h00m12s depois chegou, em primeiro lugar, o queniano Titus Eriku à Praça do Comércio, que bateu o recorde estabelecido pelo marroquino Mustapha El Aziz (1h00m13s), em 2018. Seguiu-se, em segundo lugar, o ugandês Timothy Toroitich, com o tempo de 1h00m53s, e o seu conterrâneo Thomas Ayeko, em 1h00m56s, assumiu o terceiro lugar.

O escalão feminino não se ficou atrás com as atletas quenianas a assumirem o pódio por completo. Peres Jepchirchir venceu a prova em 1h06m54s,  superando a marca de 1h07m18s fixada pela etíope Yebgrual Melese Arage, em 2018. Seguiu-se Vivian Kiplagat, com o tempo de 1h06m55s, e Dorcas Kimeli completou o top três, em 1h07m43s.

Os atletas portugueses com melhor prestação foram Hermano Ferreira, do AR Casaense, (1h05m56s) em 13.º lugar, Bruno Batista (1h06m30s), em 14.º, e Andralino Furtado (1h07m56s), em 19.º lugar. As melhores portuguesas em prova foram Catarina Ribeiro (1h11m36s), em 7.º, e Susana Francisco (1h16m39s) em 10.º lugar.

Partilhar