Estrada
Inscrições abertas para Wings for Life World Run 2020
18 novembro 2019
2 min
As inscrições para a corrida mundial Wings for Life World Run 2020 já estão abertas. A prova é inteiramente solidária, sendo que 100% do valor das inscrições reverte a favor da investigação da cura das lesões da espinal medula.

A Wings for Life World Run junta milhares de pessoas em todo o mundo, que correm para ajudar aqueles que não o podem fazer. A corrida acontece em 19 localizações, mas também através da aplicação “Wings for Life World Run”, que permite a participação individual ou em grupo. A 7.ª edição da corrida mundial está assim de regresso no dia 3 de Maio de 2020.

Em Portugal, a corrida terá apenas uma dimensão virtual, na qual todos os interessados em apoiar esta causa podem fazê-lo em qualquer lugar graças à aplicação. Para participar basta fazer download da aplicação na App Store ou na Play Store.

O passo seguinte é formalizar a inscrição que tem um custo de 15 euros (donativo 100% direccionado ao apoio da investigação da cura das lesões na espinal medula) e juntar-se por via digital à multidão mundial no dia 3 de Maio, às 12h00 de Portugal continental.

A aplicação permite também a organização de encontros oficiais da corrida, estando desde já disponível em Portugal a inscrição numa APP RUN organizada em Lousada. Quem quiser apoiar a causa de forma mais activa, pode também propor a realização da sua APP RUN oficial  ou simplesmente contribuir com um donativo para a Fundação Wings for Life.

Nesta corrida não existem distâncias e muito menos uma meta. Os participantes são perseguidos pelo Catcher Car, que consiste num carro que arranca 30 minutos depois da saída dos atletas, aumentando progressivamente a velocidade até alcançar o último corredor. Outra característica reside no facto de a corrida decorrer em simultâneo nas mais variadas localizações, cruzando inúmeros fusos horários.

Os atletas portugueses têm marcado uma presença regular na corrida, somando excelentes prestações. Neste capítulo, destaque para a vitória global de Vera Nunes, que foi a mulher mais rápida da competição em 2018.

A edição do ano passado mobilizou mais de 120 mil participantes de 186 nacionalidades, cobrindo um total de 1 103 276 km, em 323 localizações, dos cinco continentes. Este esforço planetário resultou num apoio financeiro de 3,5 milhões de euros para a investigação da cura das lesões na espinal medula.

 

Mais informações aqui

Partilhar