Estrada

Boston: 124 anos de maratona interrompidos pela pandemia

20 abril 2020
2 min
Adiada em meados de Março devido à pandemia global da Covid-19, a Maratona de Boston decorreria hoje, terceira segunda-feira do mês de Abril e feriado do Dia do Patriota, tal como vinha a acontecer há já 124 anos.

Pela primeira vez desde 1896, a cidade de Boston acorda esta segunda-feira, quando se celebra o feriado do Dia do Patriota, sem a sua emblemática e tradicional maratona, que foi reagendada pela primeira vez na sua história devido ao surto do novo coronavírus.

Precisamente devido à enorme popularidade da Maratona de Boston, as autoridades temem que muitos corredores possam vir a fazer o seu percurso, desde a baixa de Hopkinton até à cidade de que lhe dá o nome, mesmo sem a prova estar de facto a decorrer, razão pela qual durante a semana passada muitos responsáveis vieram apelar para a população ficar em casa, nomeadamente o presidente da câmara, Marty Walsh, e a própria Boston Athletic Association.

Enquanto uma das maratonas mais requisitadas, nesta apenas têm lugar garantido os que angariam dinheiro para a caridade, todos os restantes têm de obter qualificação para poder participar. Outra das características da maratona é o seu elevado grau de dificuldade, devido ao percurso acidentado pelas várias colinas que têm de se superar.

A Maratona de Boston foi, de resto, uma das muitas provas adiadas devido ao surto do novo coronavírus e tem agora data marcada para o dia 14 de Setembro, se a evolução da pandemia o permitir. O governador estadual, Charlie Baker, decretou até feriado estadual na nova data da competição para que todos possam participar e celebrar uma das mais antigas e famosas maratonas em todo o mundo e que, até ao momento, tinha sido realizada de forma ininterrupta.

Massachusetts é, actualmente, um dos estados norte-americanos no centro do surto, com quase 40 mil infectados, e encontra-se em estado de emergência desde o dia 10 de Março.

Partilhar