Estrada

Maratona de Londres não assegura lugar a quem adiar inscrição

03 julho 2020
2 min
Organização avisou que os atletas podem ter de esperar até 2023 para poderem participar.

Os corredores inscritos para a edição deste ano da Maratona de Londres, comemorativa do 40.º aniversário da prova, foram informados pela organização que se optarem por adiar a inscrição para o próximo ano, podem ter de vir a esperar até três anos pela oportunidade de participar.

A justificação dada pela Virgin Money London Marathon é a vontade de dar oportunidade aos que não se conseguiram qualificar para a edição deste ano, de participarem em 2021, o que significa que os que conseguiram um lugar este ano, mas não podem ou não querem participar no dia 4 de Outubro – nova data da competição depois do adiamento devido ao novo coronavírus –, podem ser, assim, “penalizados”.

A decisão pode levar à diminuição dos diferimentos de inscrição de muitos participantes que não queriam ter de viver esta experiência de forma diferente, devido às inevitáveis medidas de segurança e de distanciamento social.

Os inscritos que ainda assim pretendam adiar a sua participação, têm optar entre participar em 2021, 2022 ou 2023, porém, alerta a organização, essa escolha não é uma garantia: “Vamos tentar alocar os corredores no ano preferencial de cada um deles, mas se isso não for possível, será feita uma votação aleatória para o determinar”.

O processo de adiamento está aberto de 31 de Julho a 3 de Outubro e a decisão final sobre a corrida deste ano, que devido a todas as incertezas derivadas da pandemia ainda não está assegurada, será dada a 28 de Julho.

Partilhar