Estrada

Covid-19 força cancelamento da Maratona de Chicago

14 julho 2020
1 min
Os inscritos podem optar por ser reembolsados ou participar na maratona em 2021, 2022 ou 2023. Este é o mais recente evento da World Marathon Majors a ser cancelado.

A decisão foi tomada pela organização e pelas autoridades da cidade: a edição de 2020 da Maratona de Chicago foi cancelada, bem como todas as respectivas actividades que decorreriam no mesmo fim-de-semana, em resultado de problemas de saúde pública causados ​​pela pandemia da Covid-19. 

A solução encontrada para os atletas que já se tinham inscrito para a corrida agendada para 11 de Outubro é a opção entre o reembolso em dinheiro ou a possibilidade de participar na maratona em 2021, 2022 ou 2023.

A Maratona de Chicago atrai anualmente cerca de 45 mil participantes e é já o 4º evento da World Marathon Majors a ser cancelado, sendo que apenas a Maratona de Tóquio se realizou até ao momento, embora apenas com corredores de elite.

O evento foi definido como a última World Marathon Major de 2020, após o cancelamento da prova de Nova Iorque o mês passado, e acontece desde 1977. De relembrar que também as maratonas de Berlim e Boston já foram canceladas e os organizadores de Londres já afirmaram não poder garantir que a maratona que está adiada para Outubro irá ser realizada.

A queniana Brigid Kosgei bateu o recorde mundial da maratona feminina em Chicago em 2019, com 2:14:04, superando a marca de 2:15:25 estabelecida pela britânica Paula Radcliffe, na maratona de Londres em 2003.

Leia também:

 

 

Partilhar