Breves

Estados Unidos: promessa do atletismo morre baleado

22 julho 2020
1 min
Tony Martin tinha 19 anos e foi morto durante um tiroteio no último domingo, no estado norte-americano do Michigan.

Com apenas 19 anos, Tony Martin, promessa do atletismo americano no salto em comprimento, morreu baleado durante um tiroteio num posto de gasolina, no dia 19 de Julho, no Michigan. O atleta deixa um filho.

Descrito como alguém que tinha muita garra e paixão pela modalidade, em 2019, durante os tempos de escola, Tony Martin conseguiu a melhor marca já saltada por um estudante do ensino secundário no estado onde residia, ao ultrapassar os 8 metros. Caso tivesse sido ractificada, a marca colocaria o jovem atleta no mesmo patamar que Carl Lewis, compatriota dono de nove ouros olímpicos.

Tony Martin estava com amigos quando foi baleado, embora não se saiba qual a razão concreta porque estaria no local: “Ele nunca se meteu em confusões, era bom aluno e não saía muito com outros jovens. Tinha muito potencial e a sua maior paixão eram as pistas de atletismo”, afirmou DeEddie Sanders, treinador de Tony Martin na época escolar.

Ainda não foi detido nenhum suspeito envolvido no tiroteio.

Partilhar