Breves

Garmin: “dados dos utilizadores estão a salvo”

28 julho 2020
2 min
A marca foi vítima de um ciberataque que afectou o sistema Garmin Conect, bloqueando o acesso à aplicação e colocando em risco as informações dos utilizadores.

Após inicialmente ter afirmado que os sistemas se encontravam em baixo devido a manutenção, a Garmin emitiu um comunicado oficial onde confirma ter sido alvo de um ciberataque há cinco dias atrás, que criptografou alguns dos seus sistemas.

Perante a constestação dos utilizadores nas redes sociais, que ainda não têm a sua situação regularizada, a Garmin garante que os sistemas afectados estão a ser restaurados e que não existe indicação de que dados de clientes ou informações de pagamento tenham sido acedidos, perdidos ou roubados.

Leia a declaração oficial da Garmin quanto ao ataque sofrido: “A Garmin anuncia que foi vítima de um ciberataque que criptografou alguns dos seus sistemas, a 23 de julho de 2020. Como resultado, muitos dos serviços online foram interrompidos, incluindo funções do site, suporte ao cliente, aplicações para clientes e comunicação da empresa. Imediatamente começámos a avaliar a natureza do ataque e também foi iniciada a sua correção. Não temos indicação de que quaisquer dados de clientes, incluindo informações de pagamento do Garmin Pay, tenham sido acedidos, perdidos ou roubados. Além disso, a funcionalidade dos produtos Garmin não foi afetada, além da capacidade de aceder a serviços online.Os sistemas afetados estão a ser restaurados e esperamos retomar a operação normal nos próximos dias. Não é esperado nenhum impacto material nas operações da marca ou nos resultados financeiros devido a este incidente. No processo de restauro dos nossos sistemas a informação será restaurada paulatinamente e poderá sofrer atrasos. Somos gratos pela paciência e compreensão dos nossos clientes durante este incidente e esperamos continuar a fornecer o excecional serviço e suporte ao cliente que tem sido a nossa marca e tradição”.

Leia também: 

Partilhar