Actualidade
Morreu treinador de atletismo Nuno Alpiarça
30 abril 2020
1 min
O treinador tinha 53 anos e morreu de doença súbita, pouco antes de iniciar um treino com o atleta paralímpico Luís Gonçalves.

Ex-atleta do Sporting, onde competiu em barreiras de 400 metros, professor de Educação Física e treinador de atletismo adaptado de alto rendimento da área visual, tendo sido ainda técnico de velocidade e barreiras pelo clube de Alvalade. Estes são algumas das funções que compõem o currículo desportivo de Nuno Alpiarça, que morreu esta quinta-feira aos 53 anos, em Lisboa, vítima de doença súbita, segundo avançou a Federação Portuguesa de Atletismo.

O ex-treinador e atleta-guia do campeão paralímpico Carlos Lopes, faleceu pouco antes de iniciar um treino com Luís Gonçalves, outro dos atletas paralímpicos que orientou durante mais de duas décadas.

Chegado ao Sporting no final do ano de 1991, depois de ter estado no Belenenses, Nuno Alpiarça integrou a equipa nas disciplinas de barreiras e velocidade prolongada. O ex-atleta esteve ainda na subida ao Grupo A da Taça dos Campeões Europeus na época de 1996, correndo os 400 metros barreiras e a estafeta dos 4x400 metros.

No decorrer do ano de 1999 passou a treinador dos leões e especializou-se no treino e corrida como atleta-guia de atletas paralímpicos, atingindo o auge desta função Carlos Lopes, com quem foi campeão paralímpico em 2000 e 2004, além de várias outras medalhas em Mundiais e Europeus.

Partilhar