Corta-mato

Paulo Barbosa e Mariana Machado campeões de corta-mato curto

17 fevereiro 2020
2 min
Paulo Barbosa, do Maia AC, carimbou ontem, na Figueira da Foz, o primeiro título de campeão de corta-mato curto. Já Mariana Machado, do SC Braga, conquistou o terceiro título consecutivo e está agora a duas vitórias do recorde de Anália Rosa, que triunfou por cinco vezes nesta prova.

Fotos: FPA

Os Campeonatos Nacionais de Corta-Mato Curto, que se realizaram a 15 de Fevereiro, no Parque das Abadias, na Figueira da Foz, evento que acolheu simultaneamente o nacional Universitário, o Escolar e ainda o de veteranos, ficaram marcados pela competitividade do lado masculino. A primeira volta deixou antever que a vitória seria decidida nos últimos metros, como aconteceu efectivamente, com os atletas do Maia Atlético Clube (AC), Nuno Costa e Paulo Barbosa, a assumirem o controlo da frente da prova, deixando para trás um dos favoritos, Samuel Barata, do Sport Lisboa e Benfica (SLB).

Paulo Barbosa impôs-se no final ao experiente Nuno Costa, que terminou em segundo lugar, carimbando a sua primeira vitória nestes campeonatos. No final, o atleta dedicou a sua vitória ao seu treinador, Bruno Jesus, "que, como atleta, foi várias vezes ao pódio, mas nunca conseguiu vencer!" Samuel Barata acabaria por terminar na terceira posição.

O campeão sub-23 foi Duarte Gomes, do SLB, quinto classificado e o melhor júnior foi Fábio Simões (RD Águeda), 41.º da classificação geral.

Colectivamente venceu o SLB, seguido do Braga e do Maia AC.

Mariana Machado conquista a terceira vitória

Já do lado feminino, Mariana Machado, do Sporting Clube de Braga (SC Braga), impôs o ritmo desde o início, destacando-se na parte final para vencer isolada. A atleta minhota, que venceu pela terceira vez e, ao mesmo tempo, sagrou-se triplamente campeã (absoluta, sub-23 e universitária), disse no final que fez “uma corrida muito confortável, com a ambição de reeditar os triunfos anteriores”, embora tenha optado por uma corrida cautelosa, “pois o piso era muito irregular e senti algum receio”.

Mariana_machado

O segundo e terceiro lugares do pódio foram conquistados, respectivamente, por Emília Pisoeiro e Susana Cunha, ambas do Recreio Desportivo de Águeda, reeditando-se assim o pódio de 2019. Conhecida a vencedora absoluta, sub-23 e universitária, a campeã júnior foi Lia Lemos, do Maia AC, sexta classificada na geral. Colectivamente venceu o Águeda, seguido pelo Braga e pelo Grecas.

Mais resultados aqui.

Partilhar