Trail
Kilian Jornet vence Golden Trail Series
28 outubro 2019
2 min
A super-estrela do trail, Kilian Jornet, atleta da Salomon, venceu este fim-de-semana, no Nepal, a prova final do circuito Golden Trail Series, tornando-se no campeão desta competição que reúne os melhores atletas do mundo, com quatro vitórias em quatro provas.

Foto: Golden Trail Series

Desde que a super-estrela da Salomon, Kilian Jornet, anunciou ao mundo que o seu objectivo competitivo para esta época passava essencialmente pelo Golden Trail Series, o circuito mundial criado no ano passado pela marca que representa, que era quase certo que a vitória fosse sua. E o ícone catalão do trail não defraudou as espectativas, com quatro vitórias em quatro provas.

Depois de Zegama-Aizkorri, Sierre Zinal e Pikes Peak, foi a vez de vencer a grande final do circuito, marcada para a Annapurna Trail Marathon, no Nepal (42 km com 3560 metros de desnível positivo), na qual participaram os dez melhores atletas apurados nas restantes provas.

No final, Kilian Jornet fez o seguinte balanço da prova: “Que corrida! Uma corrida incrivelmente bela para a final do Golden Trail World Series, em Anapurna. A variedade do percurso foi uma loucura - da selva profunda às altas montanhas, atravessando florestas técnicas e campos abertos com uma vista incrível de Anapurna e Machapuchare. Senti-me realmente bem e consegui a vitória após uma boa ascensão ao ponto mais alto com Davide Magnini, que terminou em segundo à frente de Stian Angermund-Vik. Agradeço à organização pelo enorme trabalho realizado para incluir esta prova no programa, a todos os espectadores que estavam a incentivar ao longo do trajecto e à Salomon, por fazer com que esta viagem fosse possível.”

Kilian Jornet alcançou o tempo de 4h46m05s, cortando a meta à frente do italiano Davide Magnini (4h59m59s) e estabelecendo o recorde do percurso, já que foi a primeira vez que esta distância se realizou no evento que acontece há 14 edições no Nepal. Em terceiro lugar ficou o norueguês Stian Angermund-Vik, com 5h08m18s.

Do lado feminino, a mais rápida foi a checa Judith Wyder, com o tempo de 5h42m03s. Seguiu-se a italiana Silvia Rampazzo, com o tempo de 6h13m11s. Em terceiro lugar classificou-se a sul-africana Meg Mackenzie, com o tempo de 6h33m28s.

Os resultados completos estão disponíveis aqui.

Partilhar