Trail
Açores recebem final do circuito Golden Trail National Series
25 novembro 2019
6 min
Os três primeiros classificados dos cinco circuitos Golden Trail Series National – Portugal e Espanha, França e Bélgica, Itália, Polónia, República Checa e Eslováquia – irão disputar a grande final no Azores Trail Run® - Volcanoes Trail e lutar por um lugar no Golden Trail World Series 2021.

Foto: Paulo Gabriel

A grande novidade do circuito internacional, criado no ano passado pela Salomon, o Golden Trail Series, é a realização de uma grande final para apurar os campeões dos campeões nos cinco circuitos “National”: Portugal e Espanha, França e Bélgica, Itália, Polónia, República Checa e Eslováquia. Portugal foi o país escolhido para a realização dessa final, que será disputada na ilha do Faial, nos Açores. O percurso será o Azores Trail Run® - Volcanoes Trail, que já faz parte do Triangle Adventure, sendo que esta prova passa a realizar-se no final de Outubro (30, 31 e 1 de Novembro), ao invés de acontecer, como habitual, no início desse mês.

Mário Leal, coordenador do Azores Trail Run®, em declarações à RUNning, explicou que esta foi uma oportunidade que surgiu “na sequência da realização do Salomon Trail Camp 2019”, evento anual que junta os atletas da equipa Salomon Internacional, que este ano escolheram os Açores para este seu “meeting”. Neste contexto, e dado “o interesse dos responsáveis do circuito no percurso do Volcanoes Trail, decidiu-se alterar a data do Azores Trail Run® – Triangle Adventure, passando a última etapa, com uma ligeira alteração no percurso, para que no total tenha 35 km (ao invés dos habituais 42 km), a integrar a final do Golden Trail National Series”, explicou o coordenador. E acrescentou: “O objectivo é, à semelhança do que acontece em Chamonix, por altura do Ultra Trail du Mont-Blanc, podermos proporcionar, durante uma semana, um evento com várias actividades ligadas ao trail e, no caso, aos trilhos dos Açores.”

Esses trilhos têm-se revelado, de resto, lembrou Mário Leal, “ideais para a prática do trail”, já que, por um lado, “são cada vez mais procurados por atletas de todo o mundo, que participam nas provas com o cunho Azores Trail Run®”; e, por outro lado, “têm sido procurados por outras organizações internacionais para integrar circuitos mundiais, como é o caso do The Whaler’s Great Route Ultras Trail (8 a 10 de Maio, Faial), que no próximo ano entra definitivamente para o Ultra Trail World Tour, como series 500, depois de duas edições como Discovery Race, e agora a última etapa o Volcanoes Trail a integrar a final de todos os circuitos National do Golden Trail Series”. “Trata-se claramente de uma grande oportunidade não só para os Açores, enquanto destino turístico por excelência para a prática do trail, mas também para Portugal, que beneficiará dos ecos da comunicação deste circuito e desta prova em todo o mundo”, concluiu Mário Leal.

Se para participar na grande final do Golden Trail National Series é preciso ser um dos melhores em cada um dos circuitos National, para fazer o percurso do Volcanoes Trail basta inscrever-se, já que, além de servir de palco para apurar os campeões desta competição internacional, também vai poder ser realizado por todos os que se inscreverem, em formato “open”. Os interessados poderão participar apenas nesta prova ou aproveitar a oportunidade e realizar o Triangle Aventure completo (30 km na ilha do Pico, 30 km na ilha de São Jorge e 35 km na ilha do Faial), que, no total, faz parte dos circuitos nacionais de endurance. Já a etapa de São Jorge integra os circuitos nacionais de trail ultra. Mais informações aqui.

Louzantrail continua a fazer parte do Golden Trail National Series Ibérico

O Louzantrail (8 de Março, Serra da Lousã), na distância de 29 km, volta a fazer parte do circuito Golden Trail National Series, que junta Portugal e Espanha, numa prova de confiança nesta organização nacional, a cargo do Montanha Clube, que se tem dedicado a mostrar os ancestrais trilhos da Lousã ao mundo. O circuito ibérico inicia-se a 1 de Fevereiro, com mais uma novidade, no ponto mais a sul da Europa, a ilha del Hierro, nas Canárias, com a Maratón del Meridiano (42 km e 2600 metros D+) que substituí a mítica Zegama-Aizkorri (esta passa a figurar apenas no Golden Trail World Series). O circuito segue a 19 de Abril, na Catalunha, para o Trail Cap de Creus (23 km e 1200 metros D+). A 5 de Maio estreia-se no circuito a Kanpezu-Ioar Mendi Maratoi Erdia (26,5 km e 1930 metros D+), na linha entre Navarra e o País Basco. A 3 de Outubro, os Pirenéus catalães acolhem a Sky Pirineu (36km, 2800 metros D+), para depois voar até ao Faial para a grande final no Azores Trail Run® - Volcanoes Trail (35 km e 2000 metros D+) a 1 de Novembro.

Para aqui chegarem os atletas têm de participar no mínimo em duas das corridas do circuito e na Sky Pirineu. Em cada uma das cinco corridas que fazem parte do circuito, será atribuída uma pontuação aos participantes, partindo dos 100 pontos para o primeiro até aos dois pontos para o corredor classificado na 30.ª posição. Realizadas as cinco provas, os três primeiros classificados masculino e feminino, com a condição de terem participado em duas corridas e na Sky Pirineu, têm acesso à grande final. Por sua vez, nesta grande final nos Açores, os pódios masculino e feminino terão acesso directo a três corridas do Golden Trail World Series em 2021.

O circuito Golden Trail World Series também já é conhecido. Leia “Circuito Golden Trail Series 2020 termina na Patagónia”.

Partilhar