Outras modalidades
The Game Changers: sim ou não à dieta vegan?
03 junho 2020
2 min
Aplaudido por muitos, vaiado por tantos outros, The Game Changers trata as temáticas das dietas vegan e omnívora e provocou sentimentos muito contraditórios a quem assistiu. Leia o artigo da nutricionista e atleta Susana Francisco que esclarece os mitos do documentário na RUNNING Magazine #36.

O documentário é forte e tem ideias bem definidas em torno da suposta desmistificação de estereótipos e ideias concebidas em torno da alimentação dos atletas, propondo uma alternativa exclusivamente vegan em detrimento do consumo de carne e outros alimentos e derivados de origem animal.

As principais críticas insurgem-se no sentido de ser um documentário de propaganda vegan sem direito a contraditório ou com base em estudos incompletos ou falaciosos, bem como de representar uma armadilha que promove o medo, ou como já foi designado, como um “documentário pesado nas plantas, mas leve no contexto científico”, em suma, uma fraude que eleva o veganismo a um nível que pode ser perigoso. Apesar disto, o documentário teve um grande alcance e um peso significativo no impulsionamento do estilo de vida vegan, ao argumentar, muito resumidamente, que a ingestão de produtos de origem animal, incluindo carne, peixe, ovos e lacticínios, prejudica o desempenho desportivo e, mais ainda, pode provocar danos cardiovasculares, arteriais e levar ao desenvolvimento de cancros e à morte prematura.

Produzido pela Netflix e realizado por James Cameron, o documentário conta com a participação de caras muito conhecidas do público, como Arnold Schwarzenegger e Jackie Chan, e conta com testemunhos de atletas que seguem esta tendência e, consequentemente, confirmam ter melhorado a sua performance, como Patrik Baboumian, atleta arménio-alemão considerado o “homem mais forte do mundo”, Lewis Hamilton, piloto britânico seis vezes campeão mundial de Fórmula 1, Scott Jurek, ultramaratonista americano, e Kendrick Farris, atleta olímpico norte-americano de levantamento de peso.

Afinal qual o fundo de verdade ou de ilusionismo do The Game Changers? Será que uma alimentação vegan nos deixa de facto em vantagem no que concerne à performance desportiva? E, mais importante ainda, a ser válida será esta uma dieta indicada para todos? Foi precisamente com o intuito de esclarecer as dúvidas em torno de um tema tão actual e ao mesmo tempo tão controverso que a RUNNING Magazine convidou a nutricionista e atleta Susana Francisco para ajudar a esclarecer os mitos e deixar-nos algumas pistas para interpretar o documentário. O melhor é ler o artigo da nossa revista e ver o documentário  para tirar as suas próprias conclusões.

Aceda aqui ao artigo completo na mais recente edição da RUNNING Magazine.

 

Partilhar