26 novembro 2019
Palavra de ordem para o ALUT: reciclar

Por Pascal Rodrigues

Depois de em edições anteriores do Algarviana Ultra Trail (ALUT) ter concertado as sapatilhas de outros atletas, para que se conseguissem manter em prova, tomei a decisão de, em vez de comprar umas sapatilhas novas, reparar as que já tinha. Pode não ser a melhor decisão desportiva, mas é a melhor para um futuro sustentável.

Mas é suposto falar sobre a minha preparação para o ALUT. Bem, além da do equipamento, também me tenho dedicado a pintar os prémios a atribuir aos vencedores da prova, nos momentos em que não estou dedicado à jardinagem. Ah, já me esquecia, ainda em relação ao equipamento, também me estive a preparar para vestir um M em vez de um L. E não é que consegui?

Aqui está a minha nova fatiota M:

Fato Pascal

 

Bem, mas voltando à preparação propriamente dita, além de andar a correr quando me apetece e por onde me apetece e de tirar fotografias, fui fazer os 28 km do Trail Iberlince de Barrancos. Sobre essa experiência, posso dizer que “foi à maluca” e nos três dias seguintes desloquei-me com um andar engraçado. Portanto, tem sido uma boa preparação.

Leia também Algarviana Ultra Trail: Temos equipa!

Rumo à cataplana algarvia: a verdadeira!

De Cabo Verde para o Algarve com uma paragem nos Açores

Agenda
Agenda
Must haveNovos produtos
Subscrever newsletter RUNning
Inscreva-se para receber novidades acerca dos nossos artigos e notícias, diretamente no e-mail
Parceiros